(11) 5677-4949

Transformar MEI em LTDA: Como fazer e quais são as possibilidades?

Transformar MEI em LTDA

Leitura

No cenário empresarial, a transformação do MEI em uma Sociedade Limitada (LTDA) é uma necessidade facilmente observada, à medida que um Microempreendedor Individual alcança novos patamares de crescimento.

Neste sentido, pode chegar o momento em que a estrutura do MEI já não atende às necessidades em expansão do negócio.

A resposta está na busca pela conformidade fiscal, na expansão das possibilidades de faturamento e no desejo de alcançar um crescimento sustentável.

Chegou o momento em que sua receita bruta excede os limites do MEI? Então, venha conhecer estratégias inteligentes para otimizar o processo de transformação de MEI em LTDA, aproveitando ao máximo os benefícios dessa mudança.

O que é o MEI? 

O Microempreendedor Individual (MEI), é um regime tributário simplificado criado no Brasil pela Lei Complementar nº 128/2008. Seu principal objetivo é formalizar trabalhadores autônomos, empreendedores individuais e pequenos negócios, oferecendo-lhes uma forma simplificada de legalizar suas atividades e reduzir a carga tributária e burocrática.

A Lei Complementar nº 128/2008 estabeleceu as bases legais para a criação do MEI, reconhecendo a importância dos pequenos negócios na economia do país.

Ela entrou em vigor em 1º de julho de 2009 e permitiu que diversas atividades econômicas pudessem ser formalizadas como MEI.

Assim, o MEI beneficia-se de diversas vantagens, como a simplicidade na apuração e pagamento de impostos, isenção de alguns tributos federais, direito à previdência social, entre outros. 

Principais critérios para se enquadrar como MEI

  • Faturamento anual: o limite MEI 2023 anual é de R$ 81 mil. Existe, em tramitação, um Projeto de Lei que visa aumentar o teto de faturamento do MEI para R$ 130 mil.
  • Atividades permitidas: o MEI pode exercer diversas atividades, desde que estejam listadas na tabela de ocupações permitidas para o MEI. Algumas atividades, como medicina, odontologia e advocacia, não podem ser realizadas como MEI.
  • Número de empregados: o MEI pode ter no máximo um empregado contratado, que deve receber um salário mínimo ou o piso salarial da categoria.
  • Formalização: para se tornar um MEI, é necessário fazer o registro no Portal do Empreendedor, obtendo um CNPJ. Além disso, o MEI deve pagar uma taxa mensal (DAS-MEI) para cobrir os impostos e contribuições previdenciárias.

No entanto, é importante que o empreendedor esteja atento aos critérios e limitações desse regime tributário para garantir a conformidade legal de sua atividade empresarial.

Desenquadramento do MEI

O desenquadramento do MEI é um processo pelo qual o Microempreendedor Individual deixa de se encaixar nas condições necessárias para permanecer nesse regime. 

Nesse caso, o empreendedor precisa migrar para outra forma de tributação, como o Simples Nacional ou outro regime adequado à sua situação.

Portanto, é importante compreender as regras e procedimentos para o desenquadramento, pois isso pode impactar a forma como a empresa é tributada e suas obrigações fiscais. Neste caso, uma das saídas mais viáveis para continuar crescendo sem ônus tributários excessivos é a migração para LTDA

Mas, afinal, o que é LTDA? Continue com a gente e descubra!

O que é uma Sociedade Limitada (LTDA)?

Uma Sociedade Limitada (LTDA) é uma forma de estruturação de empresas no Brasil que combina características de sociedade de pessoas e sociedade de capital.

Ela é indicada para empreendedores que desejam estabelecer uma empresa com uma estrutura mais flexível do que em outras naturezas jurídicas, como a Sociedade Anônima (S.A.), por exemplo.

A LTDA permite que o empreendedor tenha um controle mais direto sobre a empresa, uma vez que não exige a divulgação pública de informações financeiras e não precisa ter um capital social tão alto quanto uma S.A.

Além disso, essa natureza jurídica é adequada para pequenas e médias empresas.

Geralmente, uma Sociedade Limitada pode ter de 2 a 50 sócios, e o faturamento médio compatível varia conforme a legislação vigente.

As atividades permitidas são amplas, e sua estrutura é mais simples em comparação com outras formas de sociedade, tornando-a uma escolha comum para empreendedores no Brasil.

É fundamental entender as regras e responsabilidades associadas a uma LTDA antes de optar por essa estrutura empresarial, pois elas podem variar de acordo com a legislação e o tipo de atividade exercida.

Confira também: Cálculo e emissão de guias de recolhimento de tributos: Saiba como funciona

Por que transformar MEI em LTDA?

Transformar MEI em LTDA pode ser uma escolha estratégica quando o negócio alcança um crescimento substancial. Existem várias razões para considerar essa transição e momentos em que ela se torna adequada:

  1. Limite de faturamento: se sua empresa estiver gerando receita além desse limite, você deve considerar o desenquadramento do MEI e a migração para um regime tributário mais adequado, como a LTDA.
  2. Expansão do negócio: caso o MEI planeje expandir sua empresa, aumentar o número de funcionários, ampliar sua área de atuação ou buscar novas oportunidades de mercado, a estrutura de LTDA pode oferecer mais flexibilidade e capacidade para esse crescimento.
  3. Atividades restritas: o MEI tem restrições quanto às atividades permitidas. Se a empresa deseja operar em um setor não contemplado pelo regime simplificado, transformar o MEI em LTDA é uma escolha necessária.
  4. Necessidade de sócios: o MEI é uma empresa individual, enquanto a LTDA permite a participação de sócios. Se você pretende ter parceiros de negócios, a LTDA é a estrutura adequada.
  5. Evolução na gestão: a LTDA proporciona uma estrutura mais robusta de gestão, com a possibilidade de estabelecer um contrato social que define claramente as regras de operação da empresa e a distribuição de lucros.
  6. Credibilidade financeira: em algumas situações, a LTDA pode transmitir uma imagem de maior credibilidade financeira aos clientes e investidores em comparação com o MEI.

A decisão de migrar de MEI para LTDA deve ser cuidadosamente avaliada, levando em consideração o estágio e os objetivos do negócio.

É importante consultar um contador ou advogado especializado em direito empresarial para garantir que a transição seja realizada de forma adequada e em conformidade com a legislação vigente.
Veja este: Como a contabilidade digital otimiza a gestão financeira de profissionais liberais

Pense diferente! Seja único

Migre seu MEI para LTDA com a Expertise da Unicontabil!

Empreendedor, está na hora de expandir seus horizontes? Se você pensa em transformar seu MEI em LTDA com máxima assertividade, a Unicontabil é o parceiro ideal para essa jornada!

 Com uma equipe de profissionais altamente qualificados e experientes, oferecemos todo o suporte necessário para garantir a organização financeira e o compliance fiscal de sua empresa durante essa transição crucial. 

Na Unicontabil, seu crescimento é a nossa missão. Entre em contato conosco e dê o próximo grande passo com confiança!

Não deixe de visitar nosso blog para insights valiosos e acompanhe-nos nas redes sociais para dicas que podem alavancar seu negócio. 

Leia mais: Tudo sobre o BPO financeiro: Como funciona e vantagens

Compartilhe:

Abrir empresa Grátis

Com a Unicontábil você simplifica.

Aqui você economiza em tudo.

FALE CONOSCO

Trocar de Contador

Venha para a Unicontábil. Aqui sua empresa está segura.

Seu Contador Digital com atendimento humano.

FALE CONOSCO

Autor:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados


Notice: ob_end_flush(): Failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/uniconta/public_html/wp-includes/functions.php on line 5420