(11) 5677-4949

Os 5 principais benefícios de migrar de MEI para ME

mei para me

Leitura

Se você é um Microempreendedor Individual – MEI, já pensou na possibilidade de migrar para Microempresa – ME? Se ainda não, você precisa conhecer as diferenças para optar pelo melhor para sua empresa.

A migração de MEI para ME traz benefícios importantes e pode impulsionar o crescimento do seu negócio.

Assim, a contabilidade para microempresa é crucial para todo empreendedor, pois a escolha adequada do regime empresarial pode definir o sucesso do seu negócio.

A seguir, você conhecerá os 5 principais benefícios dessa migração e entenderá a importância de fazer a escolha correta quanto ao regime empresarial.

Prepare-se para descobrir como alcançar o próximo nível com sua empresa, afinal, o sucesso do seu negócio pode estar a apenas uma migração de distância e claro, com o auxílio de uma contabilidade para microempresa.

Entendendo as diferenças entre MEI e ME

Se você é um empreendedor ou está planejando abrir o seu próprio negócio, é provável que já tenha se deparado com os termos MEI e ME e provavelmente tem muitas dúvidas sobre eles.

É importante entender a diferença entre esses dois modelos para poder escolher a melhor opção para o seu negócio.

Afinal, a gestão de um negócio vai além do seu funcionamento diário, é imperativo considerar as necessidades legais e fiscais, como as que envolvem a contabilidade para microempresa.

MEI significa Microempreendedor Individual, é um regime tributário destinado a pequenos empreendedores que faturam até R$ 81.000,00 por ano e não participam como sócio ou titular de outra empresa.

No Anexo XIII da Resolução do Comitê Gestor do Simples Nacional, há as atividades econômicas previstas para que o empreendedor possa ser MEI, além de poder contratar apenas um funcionário.

Por outro lado, ME se refere à Microempresa, um modelo de porte empresarial que permite um faturamento maior, até R$ 360.000,00 por ano.

E uma microempresa pode ter até 9 funcionários no caso de atividades do comércio e setor de serviços, caso seja uma empresa de indústria de produção, 19 funcionários.

A escolha entre MEI e ME depende de vários fatores, incluindo o faturamento, os objetivos de crescimento do negócio e as necessidades do empreendedor.

Para ambos os casos, a contabilidade para microempresa é essencial, visando cumprir com todas as obrigações fiscais e legais inerentes a cada tipo de negócio.

Principais razões para considerar a transição de MEI para ME

A alteração de MEI (Microempreendedor Individual) para ME (Microempresa) deve ser uma decisão estratégica para o crescimento do negócio.

Existem razões importantes para considerar essa transição, especialmente se você almeja expandir suas operações.

Um fator que não pode ser ignorado é o aumento do limite de faturamento.

A diferença significativa desse limite de faturamento entre elas pode ser determinante para o crescimento e desenvolvimento do seu negócio.

Outra vantagem é a maior flexibilidade na contratação de funcionários.

MEIs são limitados a ter apenas um funcionário, enquanto as MEs podem contar com até nove empregados na área de comércio e indústria e até 19 na área de serviço.

Um número maior de funcionários possibilita um crescimento estruturado e consistente da sua empresa.

No entanto, é importante lembrar que essa transição exige um planejamento estratégico eficaz. Entre outras coisas, significa uma mudança na maneira como a empresa paga impostos, passando do Simples Nacional para o Lucro Presumido.

Nesse cenário, a figura de um profissional de contabilidade para microempresa se torna imprescindível.

A contabilidade para microempresa é crucial para orientar a empresa nesse processo, ajudando a definir a classificação fiscal correta e a entender as obrigações tributárias da nova categoria.

Os cinco benefícios de migrar de MEI para ME

A migração de MEI para ME pode marcar um ponto crucial no crescimento e maturação de uma empresa. Os benefícios desse salto evolutivo são múltiplos e impressionantes.

  1. Limites de Faturamento: Em primeiro lugar, a transição permite um aumento significativo no teto de faturamento, sendo um salto impressionante ao compará-los. Esse crescimento de receita pode proporcionar uma expansão de negócios significativamente rápida e atraente.
  2. Contratação de Empregados: Como ME a empresa tem a capacidade de contratar mais empregados. Isso significa uma maior capacidade de entregar mais trabalho, aumentar a produtividade e expandir os negócios.
  3. Benefícios fiscais: Há também benefícios fiscais associados à transição de MEI para ME. As MEs se beneficiam do Simples Nacional que simplifica o processo de tributação, permitindo o pagamento de impostos de maneira mais eficaz e menos confusa.
  4. Credibilidade: A migração de MEI para ME pode aumentar a credibilidade da empresa. Isso pode abrir facilmente novas portas para parcerias comerciais e possibilitar negociações mais favoráveis com fornecedores e clientes.
  5. Oportunidades de Crédito: Finalmente, as MEs possuem acesso a uma gama maior de opções de crédito. Isso pode ser muito útil para ajudar a empresa a crescer e expandir suas operações.

É evidente que embora a migração de MEI para ME possa parecer uma tarefa assustadora, os benefícios que ela traz para a mesa são irresistíveis e potencialmente transformativos.

No entanto, é crucial buscar aconselhamento profissional de uma contabilidade para microempresa para garantir que a transição seja o melhor movimento estratégico para o seu negócio.

Como realizar a transição de MEI para ME na prática

A transição de Microempreendedor Individual (MEI) para Microempresa (ME) envolve um processo meticuloso, mas o caminho é mais simples do que parece.

Há inúmeros benefícios em dar esse salto, que flui com a evolução natural e expansão do seu negócio.

Inicialmente, o desenquadramento como MEI pode ser feito pelo Portal do Simples Nacional, devendo ser realizado obrigatoriamente em casos onde houve aumento do faturamento, passando do limite permitido.

E há o envolvimento da contabilidade para microempresa, aspecto que assume relevância na orientação e condução dos processos legais.

Após o desenquadramento, cabe ao empreendedor realizar a alteração na Junta Comercial e na Secretaria da Fazenda de sua cidade, assim como a adequação no Registro de Inscrição (CNPJ).

É importante ressaltar que essa transição aumentará as obrigações fiscais e tributárias da empresa, tornando indispensável a presença de um profissional contábil capacitado.

Embora o processo demande burocracia, as vantagens falam mais alto: ampliação do limite de faturamento, maior acesso a linhas de crédito, possibilidade de contratar mais funcionários e credibilidade perante fornecedores e clientes.

Assumir o papel de uma empresa de maior porte significa novos desafios, mas também significa novas oportunidades de crescimento e prosperidade.

Caso ainda tenha dúvidas ou precise de assistência de uma contabilidade para microempresa, estamos aqui para ajudá-lo nessa nova jornada.

Estamos prontos para tornar a transição de MEI para ME tranquila e segura. Se tiver dúvidas ou precisar de assistência, não hesite em entrar em contato. Vamos juntos fazer seu negócio expandir com toda a confiança e segurança que nossos especialistas podem oferecer.

Compartilhe:

Abrir empresa Grátis

Com a Unicontábil você simplifica.

Aqui você economiza em tudo.

FALE CONOSCO

Trocar de Contador

Venha para a Unicontábil. Aqui sua empresa está segura.

Seu Contador Digital com atendimento humano.

FALE CONOSCO

Autor:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados