(11) 5677-4949

Como abrir um MEI em 2024: passo a passo

Contabilidade para Microempresa

Leitura

Você é uma daquelas pessoas que vive pensando em regularizar sua situação como microempreendedor individual, mas acredita que é muito burocrático abrir um CNPJ?

Se você se sente perdido ao tentar dar os primeiros passos na legalização da sua empresa, então está no lugar certo. 

É nesse ponto que a contabilidade para microempresa se torna essencial para descomplicar os trâmites legais e garantir que sua jornada empreendedora seja mais suave e segura. 

Neste artigo, vamos te dar o passo a passo de como abrir um MEI em 2024, permitindo que você concentre sua energia no que realmente importa: fazer a sua empresa crescer.

Continue lendo e confira!

O que é MEI?

O Microempreendedor Individual (MEI) é uma figura jurídica criada para formalizar pequenos negócios, permitindo que trabalhadores autônomos e informais se tornem empreendedores legalizados. 

Abrir um MEI implica em uma série de benefícios. Além de obter um CNPJ e acesso a facilidades, como a emissão de notas fiscais, com o MEI você também contribui para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), garantindo, assim, uma aposentadoria e benefícios previdenciários no futuro.

Porém, muitas vezes, lidar com a papelada e as responsabilidades contábeis pode parecer uma tarefa árdua para quem está iniciando nesse universo empresarial, não é mesmo? 

Nesse sentido, contar com a assessoria especializada de uma contabilidade para microempresa é fundamental, visto que auxilia desde a abertura do MEI até a gestão financeira e o cumprimento das obrigações fiscais.

Ter uma contabilidade para microempresa é como ter um GPS em uma viagem, te ajuda a navegar por estradas desconhecidas.

Quem pode ser um MEI?

O Microempreendedor Individual (MEI) é uma opção acessível para uma variedade de profissionais que desejam formalizar seus negócios e aproveitar os benefícios da legalização. 

Podem se tornar MEI os trabalhadores autônomos que faturem até R$ 81 mil por ano, o que inclui diversas atividades, como artesãos, cabeleireiros, vendedores ambulantes, entre outros.

No entanto, é importante ressaltar que o MEI não se destina apenas a profissionais autônomos, também pode ser uma opção para pequenos empresários que desejam formalizar atividades como consultoria, prestação de serviços e comércio de produtos.

Independente da área de atuação, a contabilidade para microempresa tem um papel fundamental na jornada do MEI, uma vez que oferece suporte e expertise para o empreendedor.

Passo a passo para abrir um MEI em 2024

Como vimos, ao formalizar o seu negócio, o MEI passa a fazer parte da economia formal, contribuindo com impostos e fortalecendo o mercado empreendedor. 

Então, vamos lá! Listamos o passo a passo para você abrir o seu CNPJ, como MEI, veja:

1. Verifique se você atende aos requisitos

  • Faturamento anual de até R$ 81.000,00;
  • Não ser sócio, titular ou administrador em outra empresa;
  • Exercer uma das atividades permitidas pelo MEI (consulte a lista no Portal do Empreendedor);
  • Não ter participação em sociedade limitada;
  • Ter no máximo um empregado contratado.

2. Crie sua conta Gov.br

  • Acesse o site “https://www.gov.br/pt-br” e clique em “Crie sua conta”;
  • Siga as instruções para preencher seus dados e criar sua senha;
  • Anote sua senha em local seguro.

3. Acesse o Portal do Empreendedor

4. Preencha o Cadastro MEI

  • Informe seus dados pessoais, incluindo nome, CPF, data de nascimento e endereço residencial;
  • Digite o nome fantasia do seu negócio (opcional);
  • Selecione as atividades que você irá exercer;
  • Escolha o endereço do seu negócio;
  • Defina a data de início das suas atividades.

5. Revise e confirme seus dados

  • Leia atentamente todas as informações antes de confirmar;
  • Certifique-se de que todos os dados estejam corretos;
  • Clique em “Confirmar” para finalizar seu cadastro.

6. Gere o Certificado de Condição de Microempreendedor Individual (CCMEI)

  • O CCMEI é o documento que comprova sua inscrição como MEI;
  • Você pode gerar o CCMEI gratuitamente no Portal do Empreendedor;
  • Imprima o CCMEI e guarde-o em local seguro.

7. Pague as Guias MEI

  • Como MEI, você precisa pagar mensalmente as Guias MEI;
  • O valor das guias varia de acordo com o seu faturamento;
  • Você pode gerar as guias no Portal do Empreendedor e pagar online ou em bancos;
  • É importante manter o pagamento das guias em dia para evitar multas e outras sanções.

Vale ressaltar que, abrir um MEI é um procedimento descomplicado e gratuito, principalmente sendo assessorado por uma contabilidade para microempresa.

É essencial manter seus dados atualizados e realizar o pagamento das Guias MEI em dia para garantir o bom funcionamento e a regularidade do seu negócio.

Como escolher a atividade econômica correta para o MEI?

Para selecionar a atividade econômica correta é fundamental consultar a Classificação Nacional das Atividades Econômicas (CNAE) no site do Governo Federal. 

Lá, você poderá encontrar uma lista em ordem alfabética das profissões e suas respectivas categorias. É possível registrar uma ocupação como principal e até outras 15 ocupações secundárias.

Nesse sentido, é importante ficar atento, visto que a atividade escolhida determinará o valor da taxa mensal do MEI, na dúvida, busque contabilidade para microempresas.

Por exemplo, para aqueles que desejam combinar atividades de comércio e indústria, a taxa é de R$ 67, enquanto para serviços, é de R$ 71, e se o CNAE englobar comércio e serviços, o valor é de R$ 72.

As escolhas corretas garantem que o seu negócio esteja em conformidade com as regulamentações pertinentes e garantem a legalidade da sua empresa.

Contabilidade para Microempresa: Por que é importante?

O acompanhamento de uma assessoria especializada não só oferece suporte desde o início do processo, mas também pode auxiliá-lo na escolha da atividade econômica mais adequada, na elaboração da documentação necessária e no registro do MEI.

Embora a abertura seja algo simples, que você pode realizar por conta própria, contar com a assessoria de uma contabilidade para microempresa pode ser essencial para sua tranquilidade.

Essa parceria não só pode acompanhar o crescimento do seu negócio, mas também te auxiliar em relação às leis vigentes.

Portanto, ter um assessoramento fiscal faz com que você foque nas vendas e deixe todo o processo burocrático com um especialista.

Então não perca tempo! Fale agora mesmo com um dos nossos profissionais de contabilidade!

Compartilhe:

Abrir empresa Grátis

Com a Unicontábil você simplifica.

Aqui você economiza em tudo.

FALE CONOSCO

Trocar de Contador

Venha para a Unicontábil. Aqui sua empresa está segura.

Seu Contador Digital com atendimento humano.

FALE CONOSCO

Autor:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados